quarta-feira, 6 de abril de 2011

A VERDADE



Ninguém gosta da verdade, isso é um fato.

A verdade nos deixa encurralado contra a parede por isso preferimos as doces mentiras.

Mesmo sabendo que é mentira, nosso inconsciente absorve tentando acreditar de como seria bom que aquilo pudesse ser uma verdade. Assim, nos protegemos de uma possível decepção.

Preferimos à mentira, pela facilidade de viver. E muito mais fácil pensar em uma boa mentira que convença do que sentir a grande culpa de falar a verdade para alguém.

Somos todos falsos, que acreditamos que a verdade é uma mentira bem contada.

Os namorados adoram mentiras, as trocas de amores que duram até a primeira briga e logo depois, vem a doce e elegante mentira das flores, acompanhada dos chocolates e das juras de amores de que aquilo nunca voltara a acontecer. Como se até aquele momento tudo não passou de uma brincadeira de adolescente.

Todos amam a mentira, isso é tanto verdade que todos renegam a única verdade que carregamos durante a vida.

Um dia você vai morrer.

Isso é uma verdade. Uma verdade bem deselegante, que ninguém gosta de escutar, da mesma maneira, que aquele casal apaixonado prefere acreditar que tudo vai dar certo quando voltar.

As pessoas vivem em um mundo de promiscuidade. Elas querem ser induzidas ao medo, tanto que acreditam em tudo.

Dizem que Deus muito bondoso criou o Amor e a Fé, o diabo invejoso, criou o casamento e a religião. " Machado de Assis."

O mundo é a nossa casa, não podemos nos contentar com os sentimentos comprados.

Os verdadeiros sentimentos causam medo, medo por que quase nunca as pessoas estão preparadas para escutar uma verdade.

E conseguimos decifrar uma pessoa feliz de uma pessoa triste nesse momento.

As pessoas felizes têm uma doce maneira de lidar com a verdade, elas preferem a verdade ao amanhecer, e isso naturalmente as deixam felizes.


A verdade é o único caminho para a felicidade, pena que a falsidade impregnada no nosso inconsciente quase sempre nos leva a acreditar que isso é uma grande mentira.


"Fale a verdade, seja ela qual for, clara e objetivamente, usando um toque de voz tranqüilo e agradável, liberto de qualquer preconceito ou hostilidade." Dalai Lama

4 comentários:

João disse...

“Não existem inverdades infundadas, ditas verdades informadas, vozes inaudíveis, cores manchadas. Não existem meras palavras pronunciadas não-intencionadas. As relações não são desinteressadas.”

Bukowski disse...

Charles Bukowski
...
´O amor é uma espécie de preconceito. A gente ama o que precisa, ama o que faz sentir bem, ama o que é conveniente. Como pode dizer que ama uma pessoa quando há dez mil outras no mundo que você amaria mais se conhecesse? Mas a gente nunca conhece.”

Renata disse...

Coisa de maluco, né Alceu...hehehehe

Saudades de tu.

bjinho

@pernambucan1969 disse...

a verdade pode ser buscada?
http://www.youtube.com/watch?v=BcdWlh16Ddo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails